31 de dez. de 2022

505) A Arte de Tirar o Rótulo sem Rágá-lo ao Meio

 

Arte de Tirar o Rótulo sem Rasgá-lo ao Meio

Mônica Clemente (Manika)

 

Acho que todo mundo, em algum momento, já sentiu necessidade de se desgrudar de alguém sem esgarçar a relação.

 

A difícil tarefa de tirar o rótulo sem rasgá-lo ao meio exige paciência, conhecimento sobre a cola que une as pessoas e a força de um novo tempo.

 

A cola de uma família, por exemplo, é feita de sangue (ou não), amor, DNA (ou não), costumes, memória, influências e pertencimento.

 

O sangue não muda, embora sofra alquimia.

 

O pertencimento não se perde, embora haja exclusões.

 

E o amor permanece, embora tenha temperamentos.

 

Isso é testemunhado nas Constelações Familiares quando alguém excluído é amado, cegamente, por um descendente que nem o conhece.

 

Como um ex-noivo descartado, levianamente, aparece nas brigas de um filho com o seu pai.

 

A repetição de destino também pode acontecer quando uma pessoa diz para si mesma: “Eu não quero ser igual a minha mãe ou ao meu pai de jeito nenhum”.

 

Ou: “não seja igual ao seu pai ou a sua mãe” falada, repetidamente, por algum parente.

 

Estas atitudes, por desconhecerem as “colas que unem tanta gente”, deixam “etiquetas rasgadas” pelo caminho até um descendente, identificado com a pessoa excluída, tentar resgatar este amor repetindo, inconscientemente, o seu destino.

 

Numa Constelação, esse caminho começa a reaparecer quando o constelando olha para o vazio.

 

Então, se coloca um representante naquele ponto. De repente, a trilha do amor até a pessoa excluída pode ser vista por todo mundo.

 

E a identificação é rompida, sem “rasgar o rótulo” que é o lembrete da existência do amor entre eles. 

 

“A arte de tirar a etiqueta sem cortar ela ao meio” tem, portanto, a força dos novos ciclos, como o Ano Novo.

 

Um ponto, ritualisticamente criado, para atender uma necessidade psíquica, de se autorizar a finalizar algo, com o devido reconhecimento, para uma nova atitude nascer. 

 

Obrigada, 2022!

Sim, 2023!

 

Feliz Ano Novo para você!

 

Mônica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte

 

#anonovo #familienstellen #AmorCego #constelacaofamiliar #BertHellinger #relacoesfamiliares #hellingersciencia 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

576) Os Presentes dos Reis Magos e dos Astrólogos

  Os Presentes dos Reis Magos e da Astrologia Mônica Clemente (Manika) Quem nasce ganha presentes. A começar pela vida, pelos pais, irmã...