16 de dez. de 2022

502) Interfaces entre Hellinger e Rilke

 

Interfaces entre Hellinger e Rilke

Mônica Clemente (Manika)

 

Dia 16 de dezembro é o aniversário de Bert Hellinger, um apaixonado pela obra do poeta Rainer Maria Rilke, outro sagitariano do dia 4 de dezembro.

 

Talvez por isso, seja possível encontrar interfaces entre suas obras. Por exemplo, em relação aos pais, Rilke escreveu, em 1904:

 

“Evite alimentar aquele drama que sempre existe entre pais e filhos; ele desperdiça muita força dos filhos e consome o amor dos pais, um amor que atua e acolhe, mesmo que não seja compreensivo.

 

(…) mas acredite em um amor que foi conservado para o senhor como uma herança, confie no fato de que há nesse amor uma força e uma bênção, das quais não escapará para ir mais longe.”

 

Esta mesma experiência é vivenciada, a partir da década de 1990, durante as Constelações Familiares, criada pelo Hellinger, no que se refere aos pais. Tomar o amor e a força que vem deles, “por baixo” de todos os possíveis conflitos, nos leva em frente. 

 

Rilke e Hellinger também tinham afinidades sobre o que faz uma relação durar no tempo. Em um dos seus poemas, Canção do Amor, Rilke escreveu:

 

“Pois o que nos toca, a ti e a mim,
isso nos une, como um arco de violino
que de duas cordas solta uma só nota.
A que instrumento estamos atados?
E que violinista nos tem em suas mãos?
Oh, doce canção.”

 

E Hellinger disse:

 

“Quando começa a relação de casal, o homem e a mulher se olham. Estão mutuamente relacionados. 

 

Mas “só olhar entre si” não dura. 

 

Então, eles têm que olhar para outra coisa, algo que vai além da relação em si, de modo que se empreenda alguma coisa juntos. 

 

(…) Através do olhar em comum para a frente, aumenta também a relação do casal.” 

 

 

E o mais intrigante, era a semelhança entre a postura não arbitrária do Rilke e do Hellinger diante da vida:

 

"...a maior parte dos acontecimentos ocorrem num espaço que nenhuma palavra nunca pisou." Rilke 

 

Enquanto o Hellinger dizia:

 

“… a Fonte não precisa perguntar pelo caminho.” 

 

Obrigada, mestres!

Felicidades, Hellinger!

 

Mônica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte

 

#BertHellinger #familienstellen #constelacaofamiliar #rilke #rainermariarilke #Casamento #casal 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

586) O Anjo da Guarda em seu Mapa Astral

  O Anjo da Guarda em seu Mapa Astral Mônica Clemente (Manika)   Você sabia que existe um “anjo da guarda” em seu mapa astral? Uma for...