27 de nov. de 2022

497) Elvis, a Mordida no Fruto Proibido

 


Elvis, a Mordida no Fruto Proibido

Cinema e Constelação Familiar

Mônica Clemente (Manika)

 

Se você já sentiu coisas que não tinha certeza se deveria sentir, sabe do que se trata o fruto proibido: a liberdade de ser quem é sendo desafiada. 

 

Em outras palavras, o que leva a vida em frente como o desejo, a sexualidade, a educação, o autoconhecimento, as artes e, principalmente, a libido despertando o próprio corpo podem ser combatidos por diversos mecanismos de repressão.

 

O filme ELVIS, com o fabuloso Austin Butler (que canta as músicas e nos enfeitiça), trata do caminho da libertação das repressões, que Elvis provocava, sendo desafiado pelo racismo, conservadorismo e pela ganância do mercado, representado pelo Coronel Tom Parker, seu agente.

 

As mesmas repressões (internas e externas) que qualquer um de nós passa toda vez que chega mais perto da própria força, liberdade e completude. 

 

Este desafio estava em seu mapa astral.  O Sol de Elvis fazia oposição à Plutão, o que “dava” a ele um imenso magnetismo  ao mesmo tempo em que o colocava enfrentando forças poderosas, como a sua convocação pelo exército, “sem nenhuma” razão (que era a de enquadra-lo num EUA segregado e conservador).

 

Como as tentativas de transformá-lo num produto comportado da indústria cinematográfica. Assim como transformar a sua arte, inspirada pela música afro-americana, Gospel, rhythm and blues e Country, em baladinhas.

 

Para “complicar”, ele era o irmão gêmeo caçula de Jesse, nascido morto. Nas Constelações Familiares vemos que o irmão gêmeo é mais importante até do que o pai e a mãe, criando na criança o registro de um par para toda a vida. E, como o mais velho, possivelmente, segura o caçula durante toda a gestação, imagina o 2º bebê viver sem o melhor amigo ao seu lado, como “prometido” por 9 meses?

 

Talvez daí, também, a relutância de Elvis em se livrar do agente abusivo. Sua ligação quase gemelar com sua mãe, sua incrível capacidade de criar conexão com o público e a sua "última canção Unchained Melody ("canção libertada")

 

“Eu preciso do seu amor 

(…) Rios solitários correm para o mar

Rios solitários gritam, espere por mim

Espere por mim 

Eu estou indo para casa 

Espere por mim”

 

Mônica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte


______

Elvis, 2022

Direção: Baz Luhrmann

Roteiro: Baz LuhrmannBaz Luhrmann

Elenco: Austin ButlerTom HanksOlivia DeJonge

 

#elvispresley #astrologia #sol #plutão #cinemaeconstelacaofamiliar #familienstellen #constelaçãofamiliar #irmãosgemeos #astrofenomenologia

17 de nov. de 2022

496) Com Libido há Transformação

 

Com Libido há Transformação
Mônica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte 
 @constelacoes_mitologicas 


Por que os heróis dão uma moeda ao Caronte para conquistar os seus desejos? Porque eles têm libido para realizar os seus sonhos. 

Caronte, barqueiro de Hades, senhor do submundo na mitologia Grega, tinha a função de carregar a alma do morto pelo rio Aqueronte (Grego), ou Estige (Latim), até a morada dos ancestrais ou da eternidade. 

Para tanto, uma moeda era colocada na boca, ou olhos ou mãos do morto para pagar o barqueiro. Esta mesma oferenda era um ritual funerário praticado na antiguidade. 

Nos mitos, se algum herói, ainda vivo, quiser ir para o mundo de Hades, é preciso pagar ao Caronte, como aconteceu com Psique, em busca do creme da beleza eterna, e Orfeu em busca da sua esposa morta. 

O nome desta moeda é “obol” ou “óbolo”, que significa “PROVISÃO PARA UMA JORNADA”[i]. 

Ora com gravuras de abelhas para o morto ter uma vida eterna muito doce. Ora com gravuras da Medusa no verso e uma âncora no anteverso, como proteção e ancoragem. 

Se um morto não carrega a sua moeda, fica vagando eternamente, sem jamais encontrar seu descanso.   

Simbolicamente falando, o submundo de Hades é o que hoje chamamos de inconsciente, onde estão, também, o mundo dos ancestrais e o mundo dos mortos. 

A moeda, como “provisão para uma jornada”, significa a libido (energia) necessária para se fazer uma travessia com um barqueiro – algo em nós que conhece o caminho de ida e volta – até as profundezas do inconsciente para algo vir à luz. 

Assim, se pode dar um passo no caminho da bem-aventurança sem ficar vagando num mesmo problema eternamente. 

Quem busca terapia precisa ter a provisão para sua jornada. Ou seja, a libido necessária para sair da dor e reconciliar os conflitos que a levam à terapia. 

Ainda, simbolicamente falando, a forma como uma pessoa lida com a moeda (dinheiro) empregada na terapia revela como ela usa a libido em sua transformação. 

Isso não tem nada a ver com o valor financeiro da terapia, mas como ela reage ao investimento: 

Com disponibilidade energética para a jornada de transformação ou sem contato com a sua força. 

Mônica Clemente (Manika)
        @manika_constelandocomafonte
        @constelacoes_mitologicas  

#mitologia #caronte #hades #terapia #libido #dinheiro #moeda #escolha #familienstellen #constelaçõesmitologicas 


495) O Mistério não tem Segredos

 


O Mistério não tem Segredos

Mônica Clemente (Manika)

 

Eu não falo por falar. Não falo para ter a sensação de existir. Tampouco eu falo para ser ouvida. Eu falo porque não teve boca o suficiente para dizer o que tinha que ser dito.

 

Quantas pessoas têm aguardado um obrigada, um sinto muito, um eu te vejo e um consentimento.

 

O vento, por exemplo, traz novidades todos os dias. Um aroma das montanhas. Um medo escondido. Uma porta aberta. Um cisco. Poucos contam, no entanto, a verdade que souberam dele. Como os panfletos voadores.

 

Procura-se, diziam eles, um bandido. Mas eu sabia do mal-entendido. O homem procurado era inocente. Seu único pecado foi me amar enquanto eu era prometida para alguém que eu nunca quis.

 

Nosso beijo deixou de ser segredo por conta da ventania. Alguém nos viu, contou para o meu noivo arranjado, que transformou o meu amante em excluído.

 

Naquele dia, eu perdi quem eu não queria, a minha família, que não me ouvia, a dignidade, que nunca foi minha e o meu amor. Agora eu estou aqui na beira da praia com o vento penteando marolas num mar cinzento. Já se foram dias dormindo no sereno. 

 

Talvez eu morra de coração partido ou de inanição. Mas se eu sobreviver nunca mais prendo os meus cabelos. E eu vou contar o que eu soube das águas, mesmo que a uma mulher seja proibido falar sobre um ser que escapa entre os dedos, por mais apertados que sejam.

 

E depois vai chegar o dia do fogo, da mata, do espaço e do tempo. Ah se as pessoas soubessem que as palavras são feitas do tempo…

 

Vão dizer que sou feiticeira ao invocar os mestres transformados em cobaias por mentes destemperadas. E serei eu a culpada, porque sou devota do mistério, mas não tenho segredos.

 

Mônica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte

 

#misterio #segredo #feitiçaria #plantasmestras #mestres #Feminino #desejo #Mulher #Feminismo 

 

8 de nov. de 2022

494) Eclipse Lunar 8-11-2022 e a Libertação do Intelecto



Eclipse Lunar  8-11-2022 e a Libertação do Intelecto

Mônica Clemente (Manika) 

        Nos últimos dias estivemos entre dois eclipses, do Sol e da Lua. Eles nos influenciam individualmente, se fazem aspectos com os planetas do nosso mapa astral. E coletivamente porque somos a convergência entre o pessoal e o coletivo. 

        Eis aí como estes luminares nos afetam desde o inconsciente, principalmente o Eclipse Lunar total de hoje, só visto no oeste do Brasil, que ficou vermelho, porque mesmo a Lua totalmente mergulhada na sombra da Terra, ela ainda recebe os raios do Sol. 

        Segundo as observações dos povos indígenas, os animais e a natureza percebem um eclipse Lunar como um engravidamento de sua coletividade. Simbolicamente, podemos traduzir como um engravidamento de novas ideias e um alerta sobre a perda de limites do eu nas massas. 

        No primeiro caso, ficamos receptivos às novas ideias e pontos de vistas que surgirão ao longo do dia. 

        No segundo caso, lembramos do que significa a Lua para a astrologia: mãe, pai, inconsciente coletivo, mar, criança, infância, massas, terra natal, casa, país, Imaginação. 

        Todos estes significados tratam de algo grande demais para ser controlado ou pequeno demais para ter controle. Basta imaginar que toda criança recém-nascida ainda não sabe que não é mais o corpo da sua mãe. Ela está em participação mística com ela. 

        Uma possível atualização destes primeiros anos de vida, quando não tínhamos responsabilidade sobre os nossos atos e agíamos de acordo com o inconsciente familiar, acontece quando atuamos de forma indiferenciada com as massas. 

        Por isso, hoje é dia de ficarmos receptivos às novas perspectivas que surgem sobre diversos assuntos, mas também de nos atentarmos à tendência de submergir ao inconsciente indiferenciado das massas. 

        Para evitar estes movimentos, nada melhor do que começar a ler “Psicologia de Massas e Análise do Eu” do Freud. 

        Boa liberação do intelecto para nós!         

Mônica Clemente (Manika)
@astrofenomenologia
@manika_constelandocomafonte

 #eclipselunar #luadesangue #astrologia #astrofenomenologia #freud #psicologiadas massas 

5 de nov. de 2022

493) Uma Criança Precisa de uma Aldeia


Uma Criança Precisa de uma Aldeia

Mônica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte

 

As experiências na infância influenciam uma vida inteira não só da pessoa, mas de toda a sua comunidade.

 

O caracol estava certo. Cada um de nós leva uma casa nas costas, seja ela uma concha ou as experiências que nos formaram.

 

Essa casa, feita das nossas histórias ancestrais e das relações que se estabelecem, tem um parentesco de sangue com a comunidade. A ponto de ninguém dizer, “eu sou nascido no Brasil”, mas dizer “Eu sou brasileiro.” Por isso, aquele provérbio africano:

 

“É preciso uma aldeia para se educar uma criança”. 

 

E essa aldeia - esforços de todos para nos educar quando éramos crianças - estará conosco pela vida inteira e já foi até pesquisada. 

 

James Heckman, um economista norte-americano, ganhou o Prêmio Nobel de Economia em 2000 ao criar métodos científicos que avaliavam a eficácia dos programas sociais dedicados à primeira infância. 

 

Suas pesquisas demonstraram as consequências desses investimentos, ou da falta deles, no futuro de uma sociedade.

 

Autoconhecimento, então, não é a confirmação de si mesmo no reflexo de uma bolha, mas sair do casulo para enxerga-se imenso…

 

… diante de tudo o que recebemos.

 

Monica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte

 

#Educação #aldeia #cultura #criança #programassociais #proverbioafricano #familienstellen #jamesheckman 

 


586) O Anjo da Guarda em seu Mapa Astral

  O Anjo da Guarda em seu Mapa Astral Mônica Clemente (Manika)   Você sabia que existe um “anjo da guarda” em seu mapa astral? Uma for...