29 de ago. de 2022

477) A supervalorização da Sanidade e o Medo do Sentir

 


A supervalorização da Sanidade e o Medo do Sentir

MônicaClemente (Manika) 

A supervalorização da sanidade, às vezes, esconde medo dos próprios sentimentos. 

A sanidade é como a superfície do mar.  

A qualquer momento ela será atravessada por uma baleia, ameaçada por maremotos e esconderijo do luar. Ela é o desejado ponto de virada na vida. Que vira, vira e vira sem nunca chegar. 

E, enquanto o caçador busca a sua presa sem alcançá-la, os sentimentos estão lá. A tristeza, a raiva, o medo, o êxtase, a insegurança, o amor, o tesão, a aversão, a confusão, a coragem, a compulsão, a anorexia, os pesadelos e os saltos no tempo. 

Há quem provoque a sanidade se expondo às artes, a um companheiro, a um novo conhecimento, às delícias, a um novo país, à vulnerabilidade, aos erros, às vitórias e fracassos, acertos e tropeços. 

Assim os sentimentos terão onde se manifestar, ao invés de escaparem nos gastos excessivos, fomes desenfreadas, escolhas sem sentido. 

E há os que tentam domá-la, desconhecendo seu parentesco com os monstros. Eles dizem, “eu quero cortar a minha relação com tal pessoa ou hábito” como se sua sanidade dependesse disso. 

E, então, depois do corte feito, eles se veem diante da mesma pessoa em outro corpo e contexto. Diante do mesmo hábito com outro nome.

Não se pode reprimir algo sem ele reaparecer em outro lugar. Mas se pode chorar, dançar, escrever… criando plataformas para partida do que não se quer mais.  

“Eu não quero mais viver isso!” E, então, a pessoa mergulha ao invés de correr, nada ao invés de voar.  Ela faz isso porque prefere sentir mais a se curar. Se se curar significar parar de sentir. 

Como um espelho, que só reflete e não sente, a sanidade só pode ser conquistada se for coberta. Não pela negação, mas para começar a olhar para dentro. 

A não ser que o buscador continue a acreditar que não existe sentimentos além da superfície do seu mar. 

—— 

É para isso que serve a Constelação Familiar e a maioria das terapias. Para que o sentir seja possível e encontre seus caminhos.  


Mônica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte

Dra. Ciências da Saúde

Facilitadora de Constelação Familiar formada pela Hellinger Sciencia

Astrofenomenologia (astrologia fenomenológica) e Florais

#sanidade #sentimentos #sentir #vulnerabilidade #medo #Raiva #amor #coragem  #familienstellen #constelaçãofamiliar 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

576) Os Presentes dos Reis Magos e dos Astrólogos

  Os Presentes dos Reis Magos e da Astrologia Mônica Clemente (Manika) Quem nasce ganha presentes. A começar pela vida, pelos pais, irmã...