16 de jan. de 2023

508) A Sociedade do Cansaço de Hun Byonh Chul

 


Sociedade do Cansaço de Han Byung Chul

Mônica Clemente (Manika)


                                    Quando o “sim, você pode" se transforma em positividade coercitiva sobre si mesmo.

 

          Sim, você pode! Mas se não puder, tá tudo bem. 

 

Quem dera fosse assim…

 

Quem dera a sociedade atual não nos impusesse seu excesso de positividade, como disse o filósofo Byung Chul Han (한병철). 

 

Ao contrário da negatividade da “Sociedade Disciplinar” (Foucault) do século XX, feita dos muros de proibições dos hospitais, fábricas, quartéis e asilos, passamos a viver na “Sociedade do Desempenho”, feita pelo excesso de positividade dos ideais inalcançáveis das academias fitness, arranha-céus, shoppings, laboratórios genéticos e redes sociais.

 

O antigo superego repressivo, agora, tem se projetado em um eu-ideal com o slogan, “sim, você pode!”, fatigado pela incapacidade de atingi-lo.

 

Sendo que as repressões de outrora, na sociedade disciplinar, levavam as pessoas à loucura e à delinquência (como já falamos no filme “O Amante de Lady Chatterley”), e o sujeito do desempenho de hoje tende a se sentir deprimido e fracassado. 

 

Porque ele está em guerra consigo mesmo se autoacusando e se autoagredindo por não ter atingido um ideal autoimposto. Porque ele pode tropeçar, a todo instante, na ideia coercitiva de que “nada é impossível”. Ou não sabe mais sustentar os vínculos, diante da fatigante tarefa de ser soberano de si mesmo.

 

Desta forma, o filósofo sul-coreano, radicado na Alemanha, nos alerta sobre os perigos da hiperatividade (até dos desejos) em prol de um eu inalcançável. Sobre a livre coerção de ter a liberdade para se exigir demais, enquanto faz da vida um depósito de quinquilharias. Ao mesmo tempo em que nos convida a tomar um chá com o cansaço, em plena segunda-feira…

 

…para desacelerar e recuperar as capacidades contemplativas e celebrativas, transformando a vida e as relações em moradia.

 

 

No yoga, seria saltar do 4a para o 5o chakra. Na literatura, o conto “Ideias de Canário” de Machado de Assis. Na Astrologia, o Plutão se aproximando de Aquário. No I CHING, o hexagrama 13. E, agora, como um caloroso

 

Bom dia!

 

Mônica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte

 

Referência bibliográfica: HAN, B.C. Sociedade do Cansaço. Petrópolis: Vozes, 2017.

 

#byungchulhan #fadiga #cansaço #sociedadedodesempenho #foucault #sociedadedocansaço #burnout 

#positividadetoxica #stress #fitness  

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

576) Os Presentes dos Reis Magos e dos Astrólogos

  Os Presentes dos Reis Magos e da Astrologia Mônica Clemente (Manika) Quem nasce ganha presentes. A começar pela vida, pelos pais, irmã...