16 de mar de 2014

39) O Pequeno Tirano

                                                    
Um Convite da Fonte ao Guerreiro/a



O PEQUENO TIRANO e o MINÚSCULO PEQUENO TIRANINHO


O xamã Don Juan Matus, mestre de Castañeda, ensinava - na prática - que é uma grande sorte para UM GUERREIRO encontrar um Pequeno Tirano. Como?! Perguntava Castañeda desconfiado.

Don Juan Matus entre Castañeda e uma senhora.


E continuava mais ou menos assim: Como pode ser bom para um guerreiro encontrar alguém que quer escravizá-lo e matá-lo, caso se rebele? Como vocês yaquis chamam estes assassinos bárbaros, que dizimaram a sua tribo e cultura e tantas outras, de pequenos tiranos?"

E Don Juan respondia algo como: um xamã precisa de toda a sua energia para seguir o caminho do conhecimento que o levará a novos mundos. Não há nada que gaste mais energia do que a auto-importância. E não há nada que acabe com a importância pessoal a não ser um pequeno tirano. E o pequeno tirano ainda vai te treinar a não reagir com RAIVA, MANTER SEU CONTROLE, TER DISCIPLINA E PACIÊNCIA. Isto é impecabilidade.

Ele prossegue a explicação dizendo: "Comparado à Fonte de tudo, os homens mais assustadores e tirânicos são bufões; em consequência disso, foram classificados como pequenos tiranos, pinches tiranos."

E esta categoria tem 2 subclasses:

1) Aqueles que perseguem infligindo injúrias, mas sem causar morte de ninguém, são chamados de pequenos tiraninhos, e

2) os exasperantes e aborrecidos ao extremo são os minúsculos pequenos tiraninhos. 

Estes ainda são divididos em 4 categorias:

a) os que atormentam com brutalidade e violência;
b) os que criam uma ansiedade intolerável por meio da desonestidade;
c) aqueles que oprimem pela tristeza e
d) os que fazem os guerreiros se enraivecerem. 

Estes nomes não pretendem ser debochados ou menosprezar a força e a importância de um pequeno tirano, mas mostram seu tamanho diante da totalidade da Existência e a orquestradora Fonte. Esta fonte infinita é o objetivo de um guerreiro, por isso a importância de ter um excelente treinamento com um tirano para alcançar o conhecimento e ter energia.

Estes ensinamentos, segundo Don Juan, não são deduções ou razão da nossa existência, mas é o que os videntes xamãs viram e por isso resolveram criar estratégias para lidar com o que acontece.

Quando um guerreiro perde a cabeça por causa de um pequeno tirano, ele é derrotado. Então deve se preparar mais para enfrentá-lo novamente, ou aceitar ficar ao lado dos pequeninos tiranitos.

Tudo isso para dizer que quando se encontra um Minúsculo Pequeno Tiraninho pelo caminho, é sinal de que se está sendo chamado para desenvolver o potencial de guerreiro e sabe-se da sua força  pelo tamanho do seu tirano.


Capa do livro no qual estão estes ensinamentos
 Castañeda, Carlos. O Fogo Interior. Rio de Janeiro: Nova Era, 2008

Nenhum comentário:

Postar um comentário