16 de jul. de 2023

553) O Caminho do Guerreiro - Don Juan Matus

 

O Caminho do Guerreiro – Don Juan Matus
Mônica Clemente (Manika) 
@manika_constelandocomafonte

Os 4 desafios do Guerreiro ou pessoas de conhecimento, segundo o xamã “Don Juan Matus”, são: 

1.    O Medo

2.    A Clareza

3.    O Poder

4.    A Velhice 

Este ensinamento, exposto em um dos romances do antropólogo Carlos Castañeda, trata da progressão do poder espiritual do guerreiro através dos 4 desafios do “Caminho do conhecimento ou do Guerreiro”. 

1.   O Medo 

O 1o desafio é o medo. O medo em geral e medo das consequências das mudanças desejadas ou impostas. Na Constelação Familiar, vemos que o medo de não pertencermos mais ao clã, graças ao desejo de fazer algo diferente do que foi ensinado, pode nos congelar em alguns padrões. Ou nos fazer desrespeitar o velho paradigma, pensando que assim nos libertaremos do que não nos serve mais sem consequências futuras.  

Nenhuma destas estratégias, no entanto, é eficaz, seja a de se congelar na mesmice ou a de desrespeitar a família. 

O guerreiro, neste estágio, deve aprender a superar o medo do desconhecido com humildade e responsabilidades. Desta forma, ele amadurecerá e expandirá seu aprendizado de vida até a 2a etapa do caminho do conhecimento, que é a clareza, aquele “único olho em terra de cego”.  

2. A Clareza 

Graças à coragem de amadurecer, o guerreiro expande seu aprendizado, ao mesmo tempo em que traz mais conhecimentos para o seu mundo e para a sua gente. Se, neste percurso, ele começar a achar que sabe de tudo, ficará preso em uma “torre de marfim”, local simbólico do conhecimento que não serve mais para a manutenção da vida. Este é o perigo deste estágio: o esquecimento de que a verdade se apresenta de diversas maneiras, mostrando várias facetas da realidade.  

Desta forma, se o guerreiro se mantiver flexível, ganhará o poder de se conectar conscientemente com a dimensão espiritual, sua guiança através do sucesso.  

3. Poder 

Para um xamã, o sucesso em vários aspectos do viver tem a ver com a manutenção da existência em harmonia com a natureza e com as exigências do seu tempo, sejam elas quais forem.  

O pacto civilizatório dos povos não indígenas também depende do equilíbrio entre civilização e natureza. Tanto é que o desequilíbrio desta relação antecede o fim de várias civilizações.  Nesta fase, o ego do guerreiro será seduzido pelas forças da Luz e da Sombra, como aconteceu com o “Darth Vader” e o “Luke Skywalker”, personagens do épico “Guerra das Estrelas”. 

Em outras palavras, o guerreiro deve desenvolver o seu caráter usando o poder conquistado para o bem coletivo, sem subjugar os outros e a si mesmo ao egoísmo, ou ele ficará preso nos altos e baixos da roda da fortuna, sem nunca alcançar o seu centro, o cerne dos acontecimentos onde não pode ser “atropelado”. 

4.   Velhice

Se vencer a sedução do poder adquirido, chega à velhice, que é a sabedoria de lidar com as limitações impostas pelo corpo e pelas mudanças da vida. 

Assim, os 3 primeiros estágios do caminho do conhecimento o prepararam para perder a própria importância diante das areias do tempo. E para que ele e seus parentes, com a chegada dos limites impostos pela velhice, tenham a oportunidade de vislumbrar o que realmente importa e tem valor em suas vidas. 

Mônica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte 

#DonJuan #Castañeda #familienstellen #constelacaofamiliar #OsEnsinamwntosDeDomJuan #4desafios #MedoClarezaPoderVelhice

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

586) O Anjo da Guarda em seu Mapa Astral

  O Anjo da Guarda em seu Mapa Astral Mônica Clemente (Manika)   Você sabia que existe um “anjo da guarda” em seu mapa astral? Uma for...