28 de jul. de 2022

468) O Segredo de Saturno

  


O Segredo de Saturno

Mônica Clemente (Manika)

 

Como vencer as limitações

usando seus limites?

 

Sistemicamente falando, Saturno em seu mapa astral representa seus pais e avós.

 

As crenças da sua família em relação ao que não pode ou é difícil, de acordo com signo e casa em que ele está. E como tudo isso afeta você. 

 

Representa, também, as crenças da sociedade, que limitam ou fortalecem cada pessoa de acordo com sua natureza e resiliência.

 

Ele assinala as fronteiras borradas entre o pessoal e o coletivo, o consciente e o inconsciente, entre a vida e a morte.

 

Seja esta morte uma decisão de transformação. (Se fosse Plutão, a decisão já teria sido tomada sem a participação do consciente).

 

Os aspectos de Saturno com os outros planetas da sua carta natal podem fortalecer ou enfraquecer você, dependendo de como tem lidado com os limites e o tempo.

 

Às vezes, estes limites são tão intensos, como as vigas de uma casa, que não há adaptabilidade ou resiliência que ajudem.  Mas, como os trânsitos astrológicos ensinam, há oportunidades para fazer delas as estruturas dos novos projetos de vida.

 

Ainda assim, Saturno é um arquétipo temido por alguns, incapazes de tirar proveito da sua força.

 

Ou é desprezado pela atual impaciência, autoindulgência e intolerância à frustração, como mostrou a pesquisa com crianças e o sucesso da vida adulta.

 

Elas tinham que esperar um tempo para comer MARSHMALLOW, sem nenhum adulto para controlá-las. Se conseguissem, ganhariam outro ao final.

 

O objetivo era ver como elas adiavam o prazer para ter uma recompensa depois.

 

O sucesso tem a ver com isso, tolerar algumas frustrações. Tolerar não ter controle sobre o tempo, para aguentar a chegada do tempo da vitória.

 

O segredo de Saturno, portanto, é o rabo de sereia de Capricórnio - signo que ele rege -, símbolo da água que tudo penetra, seja ela física ou a sua adaptabilidade. 

 

Os limites são vencidos pela capacidade de adaptação a eles. Como um recipiente que dá forma à água sem poder domá-la.

 

——-

Informações sobre a Astrofenomenologia, o mapa astral a luz da Constelação Familiar,  pelo e-mail 

 

manikastrologia@gmail.com

 

Mônica Clemente (Manika)

 

Meus perfis no instagram

@astrofenomenologia

@manika_constelandocomafonte

 

#astrologia #astrofenomenologia #empatiacósmica #Arabi #saturno #signo 


25 de jul. de 2022

467) Dia Fora do tempo de 2022 - Calendário Maia

 

HOJE É O DIA FORA DO TEMPO de 2022

Mônica Clemente (Manika)

 

Para o calendário Maia, ou das 13 Luas, hoje, 25/07/2022, acontece o Dia fora do tempo, da Paz e do Perdão Universal.

 

Ele equivale ao nosso ano novo, com a característica cósmica e biológica de nos purificarmos. 

 

E com sua equivalência cultural de nos perdoarmos, libertarmos e agradecermos o que agora finda.

 

Esta interpretação não é à toa, afinal os Maias, como outros povos indígenas, desvendaram os segredos do tempo se debruçando sobre os ciclos galácticos em seus corpos.

 

Ou seja, eles descobriram que conseguimos perceber e usufruir biologicamente os ciclos da Luz Cósmica em seus aspectos pluridimencionais, porque estamos sintonizados com a galáxia. 

 

Assim, sua contagem é de 13 ciclos lunares, de 28 dias por ano solar, refletindo o ritmo biológico anual do ciclo de fertilidade da mulher, perfazendo 365 dias + o dia Fora do Tempo.

 

Portanto, hoje, temos a maior conexão com a nossa Essência Geradora e sua orientação para os próximos passos em direção à Consciência Cósmica.

 

E somos capazes de acessar forças para reciclar, recomeçar e recarregar as energias, liberando o que já não precisamos mais. 

 

Para ativar estas potencialidades, contemplamos e recitamos o Kin (selo) do dia às 13:20 ou 20:13. Hoje o

 

Kin 68, Estrela Elétrica Amarela


 

Amanhã recomeça um novo ciclo, que será regido pelo

 

Kin 69, Lua Autoexistente Vermelha, da onda encantada do Enlaçador de Mundos.


 

Este selo nos convida a purificar corpo, mente e espírito. É um selo de cura física, que precisamos.

 

A Onda Encantada do Enlaçador de Mundos aponta para uma grande transformação. 

 

Os hábitos e crenças que não servem mais devem ser descartados para outro nível de autoconsciência ser realizado. (Como anuncia Plutão, entrando em Aquário em 2023.)

 

Para sintonizar com seus poderes, que regerão este ciclo contemple e recite o Kin 69 (foto acima)

 

Para saber mais, acesse

Sincronariodapaz.org

 

Mônica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte 

 

#13Luas #CalendárioMaia #DiaForaDoTempo #SincronárioDaPaz #AnoNovoMaia

 

22 de jul. de 2022

466) Maria Madalena e o Despertar Espiritual

 

Maria Madalena e o Despertar Espiritual

Mônica Clemente (Manika) 

 

Do ponto de vista mitológico, tanto a Virgem Maria quanto Maria de Magdala representam um ponto de virada da jornada da Alma.

 

Nascer de uma virgem significa o nascimento espiritual, segundo Joseph Campbell.  Significa estar pronto para seguir este caminho sem desprezar a carne, que é o corpo, a natureza, a realidade e a materialidade, representada pela mãe que tece todos os corpos para a vida. Tanto é que Jung já dizia que “o inconsciente do corpo é a mãe”. 

 

Portanto, o desenvolvimento espiritual se dá com um corpo, a natureza e as relações. Mas ainda há outra pista mitológica para o aspirante espiritual.

 

O corpo é “adquirido” pela união da seiva masculina com a feminina. Desta união, do ponto de vista biológico, surge a vida. Ao transformar este encontro em símbolo, pode-se dizer que o princípio masculino e feminino precisa se unir para o despertar espiritual.

 

Aqui no Ocidente, esta imagem é representada pela presença de Maria Madalena como apóstola de Jesus, quando os princípios feminino e masculino estão em equivalência, diferente da relação mãe e filho/a. 

 

Desta forma, Maria de Magdala pode ser compreendida como a representante feminina da divindade, sendo a sua presença com Jesus o verso e o reverso de uma só realidade.  Como o Ying Yang, Shiva Shakti ou a estrela de 6 pontas, que é o resultado do entrelaçamento entre 2 triângulos polares: da Terra para o Céu e do Céu para a Terra. 

 

Segundo o yoga, este triângulo se sustenta no encontro entre o Princípio Masculino com o Feminino, Consciência + Energia, Shiva e Shakti, sem nenhum ser mais poderoso do que o outro.

 

E se dá no coração, onde cada pessoa sente a existência do próprio eu, escolhe seus parceiros, sua vocação, seus mestres e começa o seu caminho espiritual.

 

Abrilhantar Maria Madalena, portanto, é como colocar a peça que faltava junto da sua outra metade, para abrir as portas do amor universal. Não porque esta peça falte, realmente, mas porque ela não é vista como deveria.

 

Dia 22 de julho é o dia da apóstola dos apóstolos. A Maria de Magdala. A lembrança eterna de que um pássaro só alça voo com suas duas asas. 

 

Mônica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte 


______

Estas mesmas polaridades estão no Mapa Astral nas casas e signos em qquadratura, entre o Sol e a Lua, Marte e Vênus, signos nos elementos Terra e Ar, Água e  Fogo e nos aspectos das quadraturas.

 

#MariaMadalena #JosephCampbell #Apostola #yoga #ShivaShakti #YingYang #aspiranteespiritual 

 

20 de jul. de 2022

465) Haikai da Amizade

 


Hai Kai da Amizade

Mônica Clemente (Manika) 

            Quando eu era pequena conheci a Lara. Ela se tornou uma das minhas melhores amigas. Nós tínhamos combinado de envelhecer e surfar juntas, entre outras peripécias, como casar com homens que seriam amigos.

        Embora ela tenha ido surfar em outras dimensões, a promessa de amizade continua.

        Foi assim que compus o Haikai da Amizade “Se embaralhar as letrinhas, amiga vira magia”, em homenagem à ela e ao que nós sentimos quando estávamos juntas, um profundo sentimento de estarmos vivas: magia.

        E não é isso que as amigas fazem com a gente?

        Onde você estiver, minha Lara, minha amiga, eu te amo!

        Feliz Dia da Amizade

        Mônica Clemente (Manika)



 

19 de jul. de 2022

464) Prefiro um Pai do que as Velhas Opiniões Formadas sobre Tudo

 


Prefiro um Pai do que as Velhas Opiniões Formadas sobre Tudo

Mônica Clemente (Manika)

 

Todos estavam comovidos com a história dela, sem ver que seu sofrimento, na verdade, não era por conta do que descrevia.

 

Era um seminário com mais de mil e quinhentos participantes e ela disse ao Hellinger que tinha problemas com os homens, porque seu pai era alcoólatra.

 

Um homem da plateia subiu ao palco para representar o pai. Ele se colocou de lado e ela de frente para ele, numa distância de 10 passos longos. 

 

O rosto da moça, cheio de dor, olhava para o pai de forma altiva. 

 

Durante 15 minutos, sem nenhuma palavra, o salão foi se enchendo de expectativas.

 

“Qual será o passo para dissolução daquele sofrimento? Como sua experiência com o pai a afetou em relação aos homens?...”

 

 Foi quando o Hellinger falou:

 

“Com tamanha soberba, não há salvação.”

 

Um espanto sonoro e coletivo acompanhou um véu de ilusão desaparecendo dos nossos olhos. O problema com os homens não era o alcoolismo do pai, que até o momento era o nosso vilão. Mas a forma soberba com que ela, e qualquer um de nós, lida com quem julgamos.


Foi neste dia que aprendi que a maioria das soluções se escondem atrás das histórias que contamos para nós mesmos.

 

E que as críticas são as grades da prisão que queremos sair, não o caminho da salvação. 

 

Eu cheguei ao hotel e liguei para o meu pai. Desta vez, sem as velhas opiniões formadas sobre ele. 

 

Mônica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte


_____

PS: no dia seguinte, a moça estava linda e radiante. Subiu ao palco e agradeceu o Hellinger. E eu a ela, em meu coração.

 

#Pai #julgamento #familienstellen #constelacaofamiliar #BertHellinger 

 

 

15 de jul. de 2022

463) Laços de Amor, Pertencimento e o Sucesso - Fragmento de um texto do Bert Hellinger

 

Laços de Amor e o Pertencimento 

Texto de Bert Hellinger

 Bert Hellinger descobriu 3 princípios que mantém o amor fluindo nas relações humanas.  

1.    Pertencimento

2.    Ordem (hierarquia, precedência e prioridade) 

3.    Equilíbrio nas Trocas (Dinâmicas entre o Dar e Receber)  

Eles atuam como a gravidade, acreditando neles ou não.  Neste texto, Hellinger comenta sobre os desdobramentos do pertencimento e como nos apoiamos nele para seguir em frente ou não. 

 

"Estamos todos ligados às nossas famílias por um amor muito profundo.  

Por este amor as crianças estão prontas a sacrificar tudo. Se soubéssemos isto, compreenderíamos as crianças. Elas até estão prontas a sacrificar as suas vidas se pensarem que vão ajudar os pais com isso. 

E querem ser como os seus pais. Esta é a razão porque podemos observar que em certos sistemas sociais, digamos classes sociais, aqueles da classe mais baixa não a querem deixar, porque não ousam fazer melhor do que os seus pais. 

Podemos ver que numa sociedade onde há oportunidades iguais para todos, aqueles da classe mais baixa, frequentemente não aproveitam as oportunidades por amor aos seus pais. Não ousam estar acima dos pais. 

Só o farão com a concordância deles, por exemplo se disserem aos pais:  

“Se eu fizer melhor que você, provarei a todos como você é bom.” 

Assim, por amor aos seus pais, a criança pode fazer isto. Mas se alguém diz: “Vou provar que sou melhor que você”, irá falhar pouco tempo depois, porque a criança dentro dele não pode tolerar ser melhor que os pais."  

Bert Hellinger

 

            É como se uma semente desprezasse toda a potência da árvore que há dentro dela. Como se fosse possível colocar a natureza contra a primavera.

Mônica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte

 

#ordensdoamor #familienstellen #criança #constelacaofamiliar #BertHellinger #Mãe #Pai #laçosdeamor  #Pertencimento 

 

13 de jul. de 2022

462) The Umbrella Academy e o Bode Expiatório na Família

 

The Umbrella Academy e o Bode Expiatório na Família

Cinema e Constelação Familiar

Mônica Clemente (Manika)

 

Às vezes, a pessoa mais atacada ou desprezada da família não está sendo, realmente, vista. Porque todos concordaram em excluir o que ela veio incluir. 

 

 

O tema da 1a Temporada da série “The Umbrella Academy”, Netflix, é o Bode Expiatório.

 

Em algumas famílias, um irmão não é compreendido por um dos pais, que faz toda família interpretá-lo erradamente, jogando nele a sombra familiar.

 

Este comportamento tem parentesco com um antigo ritual do Bode expiatório, quando o sacerdote transferia para a cabeça de um bode os pecados do seu povo, com a ideia de se livrar do que não conseguiam mudar.

 

Ritualisticamente, este ato libera a mente da população para novas soluções, mas pode ser usado aleatória e inconscientemente de diversas maneiras.

 

Atualmente, por exemplo, a pessoa mais sensível do clã - mãe, pai ou irmãos - pode receber a projeção do que não se quer encarar. É por isso que há parentes rotulados, erroneamente, de louco, imprestável, banana, esquisito. Alguém que parece não sair de um labirinto de erros. 

 

Geralmente, ele é o causador de brigas e problemas ou receptáculo da culpa dos outros. Ou é apenas o diferente incompreendido: aquele que mostra o que tem sido excluído.

 

Se ele/a não é um manipulador, roubando a energia do grupo, tem a força para integrar o que a família ainda não consegue compreender e amar.

 

Se há alguém na família sistematicamente “apedrejado” (deboche é uma forma de desprezo), é bom parar um passo antes de todo julgamento e observar. Principalmente se o ódio for sem razão ou com razão inventada.

 

Ele/a tem a semente da solução familiar aguardada por gerações. Ou a semente da nossa salvação.

 

Quando ele/a desistir de ser o bode expiatório, todos os membros do clã terão de lidar com seu quinhão de responsabilidade.  Porém, como o problema da humanidade é a preguiça, todos os envolvidos tentarão manter o parente excluído atado aos seus grilhões por meio de julgamentos, sabotagem dos seus esforços e invasões violentas em sua vida. 

 

Sabe quando se fica no pé de um alcoólatra para ele parar de beber, lembrando-o, a cada minuto, do vicio que ele tenta vencer? 

 

Ou quando alguém faz dieta e alguém patrulha: “você vai comer isso? Tá na sua dieta?”

 

Estas cápsulas de aprisionamento aparecem na série antes de uma grande virada. A mesma que podemos fazer: aceitando uma pessoa como ela é. E não como fizeram vê-la erradamente.

 

E incluindo o que foi excluído antes de causar um apocalipse. Na série, isso aparece na 3a temporada. 


Mônica Clemente (Manika)

@manika_constelandocomafonte


_______

 

The Umbrella Academy, 2019,  é uma série baseada nos quadrinhos, de mesmo nome, do compositor Gerard Way 

Foi adaptado para Netflix por Steve Blackman e até agora tem 3 temporadas.

Elenco: Elliot PageAidan GallagherTom Hopper

 

 

#bodeexpiatório  #familienstellen #projeção #sombra   #theumbrellaacademy #cinemaecontelaçãofamiliar #cinema #constelaçãofamiliar

472) Papai, você se importa se eu sempre amar você?

  Ilustração Snezhana Soosh Papai, você me ama? Mônica Clemente (Manika)   Mesmo quando eu acordo chorando pela minha mãe antes do Sol...