30 de mai. de 2022

452) Paixões Inconscientes e seus Desdobramentos em 3 Filmes

  




Paixões Inconscientes e seus Desdobramentos em 3 Filmes

Cinema e Constelação Familiar

Mônica Clemente (Manika)

 

        Às vezes, lá no Inconsciente, somos dominados por paixões, como raiva, vinganças e auto-importância, a ponto de tropeçarmos em nós mesmos por conta delas. 

       Ter estas reações emocionais é normal, até porque indicam que algo está errado, dentro ou fora da gente, mas ser guiadas por elas, é muito complicado. 

        A questão é se a gente vai fazer a nossa vida ser levada pela raiva que temos de ter vivido um infortúnio, ou se vamos viver a nossa vida apesar disso, fazendo até algo de bom por conta do que aconteceu. 

        E essas vinganças, motivadas pela incapacidade de lidar com as nossas paixões, é tão subterrânea que só as obras de arte e os mitos conseguem falar delas claramente, como um aviso: cuidado com este caminho 

        Destaco 3 obras que falam das consequências de quem se deixou levar pela vingança:


              “ O outro lado da meia noite” - livro de Sidney Sheldon, é uma típica tragédia grega com Nêmesis (o tema do filme), Narciso e Eco e Hera refletidos nas personagens Noelle Page, Larry Douglas, Catherine Alexander e Constantin Demiris, respectivamente.

                O filme “O Segredo dos seus Olhos”, baseado no romance “La Pregunta de sus Ojos”, escrito por Eduardo Sacheri, também fala das consequências de fundarmos nossa vida na vingança, a ponto de nos cegar.

                E o filme “Relatos Selvagens” de Damián Szifron, no qual os personagens perdem o controle sendo “punidos” por eles mesmos durante seus atos.

        Eu não sei se isso serve para todo mundo, mas fazer a nossa vida ser uma resposta a quem nos feriu, como por exemplo, não conseguir ir em direção do próprio sucesso para mostrar como os pais erraram na criação, é menos produtivo do que criar as bases para ser mais feliz.

       Estas obras, portanto, nos fazem refletir se a nossa vida tem sido guiada por paixões inconscientes, ao nos mostrarem as suas consequências.

 

Mônica Clemente (Manika) 

@manika_constelandocomafonte

#cinemaeconstelacaofamiliar #relatosselvagens #osegredodosseusolhos #ooutroladodameianoite #sidneysheldon #eduardosacheri #damianszifron #paixões #vingança #Mitologia


Nenhum comentário:

Postar um comentário

456) Olhos da Percepção - Fenomenologia Hellingeriana

  Ilustração de Charlotte Edey Olhos da Percepção   - Fenomenologia Hellingueriana Mônica Clemente (Manika) Por que deixamos as imagens fa...