24 de jan. de 2022

413) O Mito de Pandora, o Timo e a Esperança

 




O Mito de Pandora e a Esperança

Mônica Clemente (Manika)

 

Eu fiquei pensando no mito de Pandora com os roubos de perfis do Instagram e do WhatsApp. O mito é assim:

 

Zeus manda Hefesto e Athena criarem Pandora, uma mulher perfeita, para oferecê-la em casamento para Epimeteu, irmão de Prometeu, junto com uma caixa proibida de ser aberta.

 

A intenção de Zeus, no entanto, era se vingar da humanidade, pois ela recebeu o segredo do fogo que Prometeu roubou do Olimpo, o reino dos deuses (Inconsciente coletivo).

 

Pandora não segura a curiosidade e abre a caixa, deixando escapar todas as mazelas do mundo.  Quando ela consegue fechá-la, só fica a esperança no fundo.

 

Este mito mostra que todo avanço que se tem (fogo), graças à nossa curiosidade, traz consigo desafios incontroláveis. Assim como todo desenvolvimento tecnológico, desde uma ferramenta de pedra até a fusão atômica, não significa desenvolvimento ético para lidar com suas benesses (Ao abrir uma caixa esteja pronto, eticamente, para lidar com seu conteúdo).

 

As Redes Sociais, por exemplo, são como o Fogo roubado por Prometeu. Nos deram possibilidades de criar uma nova ordem mundial, com as mazelas de sempre na velocidade de um clique multiplicado por milhão.

 

Para termos coragem de lidarmos com as adversidades do novo mundo, ou sejam elas quais forem, precisamos da esperança, uma propensão mental, sentida na altura do coração e alimentada pela Glândula Timo.


A força do Timo mantém o sistema imunológico ativo e a mente aberta para encontrarmos soluções, graças ao sentimento de esperança nutrido.

 

Como “ensina Pandora”, quando o timo está fraco, por diversos motivos, nos perdemos nas mazelas da vida, ficando sem esperanças para resolvê-las.  

 

É assim que atuam os golpes, sejam eles quais forem. Eles nos seduzem onde ainda temos esperança, na esperança de nos tirarem a esperança que eles não têm. 

 

Ao invés de nos xingarmos por termos acreditado numa falsa promessa, devemos nos agarrar à joia preciosa com a qual nascemos, como Pandora fez.

 

Mônica Clemente (Manika)

 

@conexoessutis

@constelacoes_mitologicas

 

#Pandora #Mitologia #Esperança  #Fé #Adversidade #Zeus 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

449) Os Ensinamentos de Vaisakha Purnima

Lua Cheia da Bem-Aventurança   Mônica Clemente (Manika)   Você pode conversar diretamente com a Lua como um aprendiz. Ela vai ensinar ...