6 de nov. de 2021

376) A Loja de Maridos

 


A Loja de Maridos *

Mônica Clemente (Manika)

 

Peguei o meu chapéu e fui à Loja de Maridos®️

 

Menina! Você não tem ideia dos novos modelos! Tem o que nunca trai!  O que adivinha os desejos. E na versão plus ainda vai atendê-los. 

 

Tem o Magia, que vem depois de uma Constelação Familiar para nunca mais errar numa relação. 

 

Tem o marido sinastria: totalmente compatível astrologicamente. As estrelas saberão mais dele do que ele mesmo. É um “eu sei mais de você do que você mesmo”. 

 

Tiranicamente legal, né?!

 

E tem o marido igual a mim!

Imaginou os conflitos poupados? 

 

Foi tão difícil escolher! Mas eu fiquei com este último mesmo! 

 

Guria! Nós brigamos o tempo todo! Deve ser algum defeito. Troquei pelo que atende os meus desejos! 

 

Que tédio! Não tive nenhuma frustração pra eu cavoucar e encontrar um novo mundo inteiro.

 

Troquei de novo! Tentei o Magia, que vem depois de uma Constelação. Mas nenhum constelador aceitou o tema. Me disseram para eu parar de querer controlar tudo! Gente doida! 

 

Quando fui experimentar o marido mapa astral, os astrólogos me disseram que sinastria não previa nem o amor nem o sucesso da relação, mas falava das compatibilidades e desafios dela.

 

Achei arriscado e escolhi o modelo que nunca trai. Foi aí que eu descobri que ele só a-trai e não faz mais nada.

 

Sabe aqueles caras que você faz tudo pra eles porque acha que são mil vezes melhores do que você?! 

 

Foi quando percebi que, se eu continuasse a evitar todos os sentimentos que surgem nos encontros verdadeiros, nunca mais ia descobrir algo sobre mim. 

 

Porque sou tudo o que ninguém mais é. Então eu precisava de pessoas reais para eu me conhecer. 

 

As estrelas invejam os humanos justamente por isso! Podemos sentir.

 

Então, mudei a estratégia: fui à Sobreloja de Esposas®️ para me curar de tudo e atrair o par ideal, como uma princesa adormecida. 

 

A loja tinha revistas que ensinavam a cuidar dos maridos, a não perder “seu homem”, a ser perfeita ...

 

Eu não gostei daquelas forminhas que fazem uma águia pensar que é uma galinha.

 

Saí de lá voando. 

 

É mais divertido correr riscos para ser feliz do que ter medo de sofrer. 

 

Mônica Clemente (Manika)

 

#RelaçãoDeCasal #Medo #Controle #Felicidade #Amor #Familienstellen #Sinastria

 



[i] * O Título deste texto é do psicanalista Eugenio Davidovich. Um dia em análise ele me disse mais ou menos assim: “eu não sei o endereço da Loja de Maridos, então se você quer ser feliz, vai precisar perder o medo de viver”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

393) O Triângulo Amoroso e o Despertar dos Amantes - Live

  O Triângulo Amoroso e o Despertar dos Amantes Live com Elisabeth Battista e Mônica Clemente   A maioria dos romances de cinema começ...