1 de nov. de 2021

373) Dar e Receber nas Relações de Casal

 


Ilustração Juanszela

 

Dar e Receber nas Relações de Casal

Mônica Clemente (Manika)

 

Como observou Hellinger, no coração de cada criança em nós, os pais sempre dão mais para os filhos.  

Porque se os tiveram, o amor os ultrapassou até a nova vida, em diante… 

Entre parceiros, no entanto, o amor pode fluir se há equilíbrio entre o dar e receber.  

Se aprendemos a receber o que os pais deram, sabemos receber o que o parceiro pode dar. E como é bom alguém saber que o que tem para dar é necessário e bem recebido. 

Da mesma maneira, quem sabe receber e reconhecer o amor que veio dos pais, tem muito para dar.  

E que maravilha ter algo para dar. 

Quem se apega a tudo que pode dar, talvez não dê o que pode fazer o amor fluir. 

Talvez não deixe o outro dar o que tem. 

Talvez queira ser o único bom da relação. 

Talvez não veja o muro de doações cobrindo o Sol do parceiro.  

Talvez não queira reconhecer o que o outro tem para dar. 

Ou simplesmente acha que dando muito, que é sim uma expressão de amor, fará alguém, mais tarde, ter o que dar. Isso funciona se for para um filho, mas não para um parceiro.  

Quem se apega ao que não pode dar, talvez não reconheça o que tem para dar. 

Talvez não veja o bem que faz ao valorizar a pessoa de quem recebeu algo. 

Talvez não queira ficar numa relação. 

Talvez ainda precise resolver algo, antes de poder estar numa relação. 

Quem não quer dar algo numa relação, ou não quer a relação ou quer viver o amor sem criar pontes para ele fluir. 

Em todos os casos, há solução: basta dizer claramente o que deseja, se não o outro se sente pressionado pela expectativa velada. E deixar claro o que não pode dar.  

E estas necessidades e limites não devem ser expostos por meio de cobranças. 

Porque a cobrança é a exterminadora do dar e receber em qualquer relação.  

#Familienstellen #BertHellinger #OrdensDoAmor #Amor #RelaçãoDeCasal #DareReceber #ConstelaçãoFamiliar 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

393) O Triângulo Amoroso e o Despertar dos Amantes - Live

  O Triângulo Amoroso e o Despertar dos Amantes Live com Elisabeth Battista e Mônica Clemente   A maioria dos romances de cinema começ...