21 de out. de 2021

370) Crianças e Constelação Familiar: Todas as Crianças são Boas e seus Pais também

 


Clique no folder ou no título abaixo para ver a live completa

Todas as Crianças são boas e seus pais também

Live com Sandra Brys (Soma) e Mônica Clemente (Manika)

 

Tive a honra de conversar com a pedagoga Soma Brys, em suas lives sobre educação e temas afins.


Falamos sobre as Constelações Familiares, as crianças, seus pais e a educação. Se você quiser ver, aqui está o link da nossa conversa.


Neste encontro apresentamos a Constelação Familiar, uma filosofia aplicada de ajuda à vida.

 

Falamos sobre a possibilidade de ter olhar mais amplo, muitas vezes ofuscado pelos nossos julgamentos que chamam sintomas em busca de ajuda de “Criança ou família difícil”.

 

Relatamos algumas possíveis soluções, por meio da constelação familiar para crianças com problemas de escrita, matemática, sintomas bipolares e rebeldia. Em todas elas, a solução, ao menos nas dinâmicas familiares, estava no reconhecimento de laços de amor não reconhecidos. E também falamos do movimento, tanto do pai como da mãe, que faz seus filhos e filhas felizes.

 

Ponderamos, rapidamente, sobre estratégias pedagógicas que levam em consideração a inteireza da criança e seus laços familiares.

 

E, finalmente, tivemos um belo exemplo de como a contação de histórias, com o objetivo de ensinar posturas éticas para criança, também podem fortalecer sua esperança.

 

Com relação aos pais e às crianças, o criador da Constelação Familiar, Bert Hellinger, observou que quando os pais e mães estão com algum problema, impedindo-os de nutrir seus vínculos com seus filhos, as crianças somatizam aquele problema de diversas maneiras.

 

Um comportamento muito hostil e “sem propósito” da criança, por exemplo, pode expressar a raiva não vista, ou segredos, na família.

Estas e outras questões, inclusive problemas na aprendizagem, também podem ser vistos a partir das dinâmicas familiares. Ou seja, alguns sintomas que as crianças apresentam podem ser um grito de socorro ou um pedido de ajuda do sistema familiar inteiro.

 

Mas quando a gente não entende estas conexões sutis, suas ordens, desordens e emaranhamentos, buscamos culpados, ao invés de soluções. Julgamos, ao invés de ter um olhar mais amplo.

 

Por isso, quando vemos que os “problemas” Constelados são, na verdade, um amor não visto, que ao ser reconhecido traz um alívio a todos, aquela frase do Hellinger faz muito sentido: “Todas as crianças são boas, assim como seus pais.” Bert Hellinger 

 


Sandra Brys (Soma) é

 Pedagoga, Designer pedagógica e Ativista Educacional

 

Instagram da Soma: @sandra_brys

Facebook da Soma:

https://www.facebook.com/profile.php?id=100010202745007

 

#Educação #ConstelaçãoFamiliar #Pedagogia #Crianças #Mãe #Pai #Familienstellen #Neohumanismo #PRSarkar

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

393) O Triângulo Amoroso e o Despertar dos Amantes - Live

  O Triângulo Amoroso e o Despertar dos Amantes Live com Elisabeth Battista e Mônica Clemente   A maioria dos romances de cinema começ...