30 de jul. de 2020

160) O Príncipe Virou Sapo?





O príncipe virou um sapo? 

Ele/a prometia algo maravilhoso e começou a decepcionar? 

Se lançamos expectativas nele/a, sem enxergá-lo/a, o problema foi nosso: ainda temos que aprender a amar. Se alguma máscara dele/a caiu, o problema é dele/a: ainda tem que aprender a se amar.

Mas se enxergamos direito e ninguém usou máscaras, pode ser que alguém esteja tratando o outro ou a si mesmo com desprezo.

Quando o Príncipe e o Sapo aparecem juntos num Conto de Fada, geralmente é a mulher, no conto, que não reconhece o valor do companheiro, inclusive jogando o Sapo na parede, que então vira um príncipe!

Uma vez que todos nós nascemos príncipes e princesas, por que viramos um sapo? 

Se para você tudo dele/a é maravilhoso e tudo seu é ridículo ou sem valor, quem tornou você um sapo? Não foi ele/a.

Se para ele/a tudo dele/a é maravilhoso e tudo seu é ridículo e sem valor, por que você se sentiu um sapo?

Relações abusivas e relações “Eu estou ok, você não está ok” sempre tentam transformar o/a parceiro/a em sapo. Ficam nestas relações que têm a tendência de ficar na postura “Eu não estou Ok, você está ok”. Qual a saída?

Naquele filme maravilhoso, “A Forma da Água”, de Guilhermo del Toro, ser um anfíbio nunca foi o problema. Tratá-lo mal, sim! Quando a personagem sem voz descobre, finalmente, quem ela é graças ao “sapo” que a tratava bem, os dois se descobrem reis. 

#HistóriasQueAtuam
#TheShapeOfWater
#AFormaDaÁgua
#OPríncipeEoSapo
#RelaçõesQuePodemDarCerto
#EuEstouOkVocêEstáOk
#EricBerne



Nenhum comentário:

Postar um comentário

212)As Três Consciências descobertas por Bert Hellinger na Constelação Familiar

  A fenomenologia é uma filosofia nascida com a seguinte pergunta: o que é Consciência?    Para alguns, a consciência é o que conhecemos...