21 de jun. de 2020

153) Um Novo Homem?




Ela atravessou o corredor, desde o fundo até o palco, entre as 1400 pessoas assistindo à aula dos mestres. Sentou-se, corajosamente, entre o professor e a professora. Sorriu marotamente e perguntou:

- Então, como é este novo homem?

Muitas pessoas na plateia ansiavam a resposta que lhes daria um modelo do bom companheiro.  Meia hora antes, porém, o professor olhou com amor e devoção para a sua esposa, a professora ao lado dele fazendo uma apresentação fantástica. Antes disso, já havia feito vivências de como um homem se torna adulto e trata uma companheira. Também falou da identificação de uma pessoa com o herói, que, nos mitos, é o filho/a de uma mortal com um deus. Demonstrou como esta sobreposição faz a pessoa excluir o pai de sua vida, já que ele não atende às expectativas irreais da mãe/esposa.

Sim, porque “herói”, que vem do grego heroes, significa nobre ou semideus: um ser concebido pelo encontro de uma divindade com um terráqueo. Este arquétipo não está apenas em um dos livros que funda o ocidente, como a Bíblia. Não está apenas em toda a nossa mitologia e religiões, ele está tatuado em nossos olhos e expectativas. Até um dos nossos hinos mais caros começa com “Pai nosso que estais no Céu”. Ora, estamos falando de um Deus, nesta oração, que é o pai divino do filho de uma virgem.

O dramaturgo Nelson Rodrigues intuiu muito bem estas representações celestiais no lugar dos homens nas famílias brasileiras. Tanto é que em uma de suas peças eles eram botas descalças num canto da sala, ausentes ou excluídos.

E foi assim que o mestre permaneceu para a senhora:  uma presença invisível.  Ela desceu as escadas do palco sem a sua resposta. Como é que o professor poderia falar sobre um novo homem para quem espera um deus? Nem ele conseguia ser visto. O que dirá do fato dele nunca ter usado aquele termo. Mas um novo homem existe há milênios. De carne, osso, bem-aventurança e defeitos. Quando é que todxs nós vamos arrancar o véu que nos separa deles?

Bert Hellinger dedicou um livro inteiro sobre esta questão chamado As Igrejas e Seu Deus.

#Pai #Homem #IgrejaEseusDeuses #BertHellinger #SophieHellinger #Herói #Semideus



Nenhum comentário:

Postar um comentário

180) Os Estágios da Anima e do Animus

  Reconhecemos um navio porque ele já estava na gente como modelo. Da mesma maneira, um homem enxerga uma mulher, e vice-versa, com modelo...