16 de jun. de 2020

151) Os Filhos e Seus Pais desde Salomão até a Alienação Parental




Uma questão atual, como as guarda dos filhos, num divórcio, já estava na Bíblia há milênios. Lá como na atualidade, rasgamos os filhos ao meio se brigamos com o cônjuge em nome deles.

Lembram quando Salomão julgou a causa de duas mulheres? Elas moravam juntas e tiveram seus filhos na mesma época, porém o filho de uma morreu. Ela levantou-se na madrugada e trocou seu filhinho morto pelo filhinho da outra. Quando esta acordou, entendeu o acontecido e levou o caso ao Rei Salomão. A outra mulher se defendeu dizendo que o filho vivo era dela.

Então, disse o rei: “tragam-me a espada porque darei metade do filho para cada uma delas. ” Uma gritou: “Não, Meu Senhor! Dai o menino vivo e não o mate. ” A outra disse: “Nem teu, nem meu! Dividi-o antes! ” O Rei deu a sentença olhando para mulher que defendeu a criança mesmo que tivesse que perde-la: “Dai a ela o menino, porque esta é sua mãe. ”

Quais as dinâmicas familiares que não olham para a criança, cortando-a ao meio? Uma mãe perde um filho e fica inconsolável, então a sua filha tem um bebê e sente necessidade de entregá-lo para a avó que não quer mais devolve-lo. Ou, outra avó ou avô inconsolável tem uma nora que realmente ataca o próprio filhinho. A avó/ô luta pela posse do neto fazendo fofocas, contra a nora, para o pai. Ou, um genitor/a trata mal seus filhos depois do divórcio fazendo o ex- parceiro/a ficar furioso. Este começa a briga com o armador de arapuca, sem perceber as bombas amarradas nas crianças, puxando-as de um lado para o outro até racharem ao meio.

Quem não quer brigar

1) olha para criança. Por exemplo, quando um genitor não a arruma, o que olha para ela pergunta: você quer ir para minha casa hoje ou quer ficar aqui? Geralmente prefere ficar onde está, porque está envergonhada. Ou porque já foi envenenada contra o genitor. Com o tempo, se o brigão não desistir

2) busca-se um advogado. Quem não quer brigar busca um advogado. Mas um que não quer vingar a briga familiar dele na sua família. Um que foca na solução, como o Direito Sistêmico, que é a Constelação Familiar na Justiça. 

O Hellinger dizia que a criança fica a salvo com o genitor que a olha, e ama e aceita o outro genitor dentro dela, mesmo que nunca mais queira falar com ele/a. 

#alienaçãoparental #BertHellinger #GuardaDosFilhos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

180) Os Estágios da Anima e do Animus

  Reconhecemos um navio porque ele já estava na gente como modelo. Da mesma maneira, um homem enxerga uma mulher, e vice-versa, com modelo...