7 de fev. de 2020

108) Histórias que Atuam - a identificação com o conto da Sereia


Todo mundo sabe que nasce uma sereia quando uma duas pernas olha o horizonte tocando o mar e, em câmera lenta, chora por um amor não correspondido. O que ninguém sabe é que uma sereia sentada no rochedo, já sem a sua cauda, não tem mais um lugar para voltar. No mundo dos humanos ela foi rejeitada pelo único elo com aquele povo, o marinheiro que ela salvou do naufrágio.
No mar, o albatroz não a reconhece sem o furta-cor do seu antigo rabo de peixe. Suas súplicas para a onda grande esmaga-la são em vão. Não se mata uma ilusão senão com a brutalidade da sua verdade.

A história da sereia não é um conto de amor. É um conto de relacionamentos abusivos, no qual uma mulher perde todas as referências que a enraizariam na vida. Se foi estuprada e culpabilizada por quem deveria defendê-la, para onde ela volta? Para antes do estupro ou para falta de um porto seguro?

Se amou e se relacionou com alguém violento, o que ela acha que é amor? Será mesmo que era tesão as transas depois das brigas, ou era medo? Medo de não ter mais para onde ir dentro de si?

Uma sereia e seu rabo de peixe contam duas histórias, uma humana e outra escondida. A feiticeira pediu sua voz em troca das pernas. “Não conte nada a ninguém, vai destruir o casamento da sua irmã.” “Tem certeza ou tá delirando?”. “O que você fez para atrair isso?”. “É melhor não contar nada para ninguém, senão eu te mato”... A história da sereia tem outro fim se ela tem voz, tem irmãs e irmãos e tem para onde ir. 

O Conto também pode nos remeter ao amor da filha pelo pai, como um amor impossível entre mulher e um homem. A filha aceita as projeções dele, já que a mãe não o corresponde. Ela precisa parar de querer compensar os vazios do pai em relação à mãe (dele) e à esposa dele. Uma boa frase é - "mamãe você é um pouquinho melhor do que para o papai."


#HistóriasQueAtuam #Sereia #RelacionamentosAbusivos #VisãoFenomelogicaDosContosDeFada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

212)As Três Consciências descobertas por Bert Hellinger na Constelação Familiar

  A fenomenologia é uma filosofia nascida com a seguinte pergunta: o que é Consciência?    Para alguns, a consciência é o que conhecemos...