11 de mar. de 2019

85) Emaranhamentos






Emaranhamento é quando tentamos salvar, sem nem saber, um ancestral, repetindo sua história de vida. Quando somos envolvidas nas confusões dos outros, porque porque não temos força para dizer não ou nos achamos grandes o suficiente para lidar com o que não é da nossa alçada, atrapalhando o aprendizado da pessoa em apuros que precisa de ajuda, mas não a que oferecemos.



É quando temos um problema, sempre rodando atrás do próprio rabo e caindo na mesma dor ou erro, e desprezamos buscar qualquer ajuda profissional porque “sabemos mais” ou “porque sempre cuidei de mim mesmo sem precisar de ninguém.” Quando procuramos ajuda errada querendo saber, por exemplo, se no mapa astral apareceu o braço quebrado ao invés de ir ao ortopedista, ou se vamos ganhar mais dinheiro sem enviar um currículo. Se o astrólogo for ver o mapa ao invés de mandar a pessoa à emergência, se emaranhou também. Quando vemos que alguém precisa de psicanálise e insistimos em ficar ajudando como amigo. Ou insistimos nesta indicação toda vez que encontramos o parceiro ou amigo reclamão, até a pessoa não querer ver mais a cara da gente.

Não é romântico se afogar junto se podemos nadar e pedir um helicóptero dos bombeiros. As ordens da Ajuda não criam salvadores e sim atitudes saudáveis diante do inexorável. 

Se quiser saber mais como buscar ajuda, vou publicar um texto ainda esta semana. Não é propaganda, são dicas de como podemos achar a ajuda certa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

103) O Pai e o Mundo

O PAI E O MUNDO O Pai nos prepara para o Mundo, mas qual mundo? O mundo terreno, do aqui e agora. Das possibilidades reais. Com o ...