88) Ode à Carência*

Se for pra me tocar Que seja com as duas mãos Como naquela xícara de café  depois da chuva fria.  Faz muito tempo, eu sei Que nã...